Deus gera vida; Deus gera um Carisma, Deus gera vidas!

October 28, 2016

  

 

Um novo carisma original sempre é uma graça no coração da Igreja, pois, ele tem o poder de ser resposta para ela, para sociedade e para o homem.

Deus concedeu uma grande graça às Novas Comunidades de fazer com que nós possamos participar da história da Igreja, com nossos carismas fundantes que são mistérios até para nós, pois, assim é a escolha de Deus, sem muito entendimento nos primeiros instantes, mas, sempre revelado com o tempo e com a experiência vivida.

Um carisma não é escolhido pelo fundador e seus membros, mas, ele é gerado no ventre de Deus juntamente com a vida daquele que é escolhido para ser o seu guardião, o fundador! Este carisma é um dom dado por Deus, que sempre manifestará no mundo algum aspecto de Cristo e que se revelará de uma forma nova.

Nestes quase 16 anos de fundação da Comunidade Servir, aprendemos que para conhecer o carisma fundante, é preciso conhecer primeiramente o fundador, reconhece-lo, identificá-lo na obra, pois, somente ele trás como um DNA em si este carisma. Poderíamos fazer as nossas escolhas, mas, senão for àquele que mesmo sem saber vem gerando desde o ventre materno está pertença à este dom chamado Carisma, nunca conseguiremos viver a sua plenitude!

“O Espírito Santo que suscitou numerosas formas de vida consagrada, não cessa de assistir à Igreja, quer alimentando nos institutos já existentes o esforço de renovação na fidelidade ao carisma original, quer distribuindo novos carismas a homens e mulheres do nosso tempo, para que deem vida a instituições adequadas aos desafios de hoje”. (Doc Vitta Consecrata)

Lembro-me quando Deus concedeu a nós a descoberta de nosso Carisma Fundante. Foram dias, semanas de uma ansiedade que tomava conta do Dinho e de mim. A cada oração realizada na intenção de que Deus abrisse os nossos olhos espirituais para enxergar àquilo que já estava escrito desde sempre no Seu coração, em cada conversa para se observar os sinais, há cada releitura de vida, era sempre uma esperança que brotava de que verdadeiramente Deus havia nos elegido para sermos resposta neste mundo. E em nosso coração havia um misto de ansiedade, alegria, euforia, medo (sim! Medo do que Deus haveria preparado em sua mente perfeita, mas, não medo de Deus e sim de não conseguirmos ser fiéis e por em prática tão grande graça), e muita expectativa nesta revelação.

Ao longo deste tempo de discernimento, uma coisa Deus me mostrou: “um carisma é uma janela, pela qual eu posso contemplar o centro da revelação de Deus em minha vida”!

Em abril de 2009, no Congresso Sul-Sudeste das Novas Comunidades em Campinas, Deus nos deu o conhecimento desta revelação que seria um favor em nossa vida e através de nós um refrigério para Igreja. Torna-se então conhecido por nós, o Carisma Servir. Digo conhecido por nós, porque ele já era conhecido de Deus, e creio que até mesmo da Igreja, pois, os aspectos que ele trás em si já o fazia ser revelado, somente nós não havíamos chegado a esta compreensão.

Ficamos extasiados ao contemplar aquela palavra, frase que nos identificava que definia o que éramos, para que nascemos: “Anunciar a redenção de Deus ao mundo, através de um amor incondicional à Jesus Cristo e sua Santa Igreja”!

Cada carisma é uma página do evangelho, que evidencia o mistério de Cristo, e assim é transmitido para humanidade, em sua fonte sempre encontraremos a experiência pessoal com Jesus Cristo.

O Papa Emérito Bento XVI mencionou em seu documento Deus Caritas Est: “Não se começa a ser cristão por causa de uma decisão ética, moral ou uma ideia, mas, através de um acontecimento da experiência com a pessoa de Jesus Cristo”!

Assim somos nós, Comunidade Servir. Somos um povo que primeiramente viveu a experiência deste encontro com está página do Evangelho, que consigo trazia o retorno ao coração, ao ventre trinitário. Em algum aspecto de nossa vida fomos encontrados por esta redenção que transformou as nossas histórias e modificou todo nosso caminho. Como anunciar a redenção, senão fossemos os primeiros a sermos tocados por ela? Como amar de forma incondicional, senão vivêssemos de forma profunda o alcance deste amor imensurável, capaz de modificar todas as estruturas por nós mesmos formadas até então? Como servir se antes não fossemos contemplados pelo amor serviçal, que não põe limites para se gastar em favor do outro? Verdadeiramente fomos encontrados por uma grande graça, fomos encontrados por um Carisma que norteia nossa história e mesmo sem saber ou sem reconhecer nele às atribuições para nossa vocação, é ele quem nos direciona e sempre nos levará a ter o olhar do céu para terra!

Hoje celebramos o aniversário natalício de nosso fundador, e quis Deus gerá-lo no dia em que a Igreja celebra o “dia do serviço”, dia da visitação de Maria a sua prima Isabel. Nossa, coincidência! Não! De forma alguma! Isso não existe! Podemos dizer que foi escolha, presciência de Deus! Fomos gerados para o Servir! Este é um dia de alegria, de festa, de celebração, pois, há 40 anos atrás, Deus sonhou com este carisma, Deus sonhou com esta obra, Deus sonhou comigo, Deus sonhou com você que foi encontrado nos braços deste carisma, e que mesmo sem entender é impelido por um sentimento de “amor e doação à Santa Mãe Igreja”.

Amados irmãos, convido a você neste dia entrar numa reflexão sobre seu chamado, sua vocação. Como também agradecer à Deus pela vida de nosso fundador, que sendo homem fraco e pecador, cheio de limitações e intermediações humanas, ainda assim, foi em seu ventre espiritual que Deus gerou este carisma que te impulsiona a ser quem você é, a viver o que você vive, a sentir sempre mais um desejo de se gastar por amor, pois, Deus utiliza até mesmo das deficiências do fundador para modelar o carisma. Eis o grande favor de Deus para nós, a união de uma vida e de um dom. Creio que todos conseguirão olhar para vida do Dinho e relacionar estes aspectos do carisma que transcendem em si, e que acontece não por mérito dele, mas, por uma graça sobrenatural que está acima dele e que sempre agirá independente do estado que ele se encontre, arrisco-me a dizer que este carisma nos confere uma graça “ex opere operato”, vem como uma promessa de Deus, e nos alcança independente do estado que estamos, mas, que para ser evidenciada ao mundo depende de nossa disposição e luta pela santidade, pois, não vivemos uma frase criada por um homem, mas, sim uma página do Evangelho, uma configuração do próprio Cristo!

Que neste dia do serviço, o Espírito Santo venha em nosso socorro e continue gerando vida, gerando este carisma, e gerando novas vidas pela força desta graça, deste dom de Servir!

 

“É preciso se gastar de amor”! Santa Ursulina

 

Ruth Abreu Quintanilha

Festa da Visitação de Nossa Senhora

Maio/2016

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O Divino Paráclito, como em línguas de fogo, é derramado sobre nós!

May 20, 2018

1/4
Please reload

Posts Recentes

June 14, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload